5 de dezembro de 2011

Quarto para dois!

Nossa, sempre temi esse dia.
Aqui em casa temos apenas um quarto para as crianças e ainda sem previsão de quando teremos um quarto para cada um. E olha que temos uma mocinha de 3 anos e um bebê de 9 meses. Isso mesmo.
Como dividir o quarto?

A decoração é mais fácil. Existem mil temas que podem ser tanto para meninas como para meninos.

Mas como conciliar as sonecas? Os brinquedos? As vontades de dois pequenos com idades e vontades tão diferentes?

Eu adiei ao máximo e hoje sabe que me arrependo????

Não deu trabalho nenhum em transferir o baby do "nosso"quarto para o "deles" e olha que eu estava esperando um desespero noturno. E ao contrário. Ao passar o Lucas para o quarto dele, ele aprendeu a acordar e voltar a dormir sozinho, procurando o bico e se acalmando e quando na pior das hipóteses ele não consegue; Ele dá uma choradinha...e quando vejo que a choradinha não vai passar, eu vou lá acalmá-lo! E olha....ele pode berrar por 30 minutos que minha princesa nem se mexe! Ahhh se eu soubesse antes.

Como eles se adaptam rápido!
Isabela respeita o sono diurno dele e não entra no quarto quando ele dorme. E o melhor:

Como colocar os dois para dormir na mesma hora?
Porque eu não encontrei outra soluçao.... arrisquei e acertei!
Não posso colocar a maior primeiro e depois o bebê porque os bebês dormem mais cedo e não posso colocar ele primeiro e depois ela, porque o sono leve do bebê logo logo acaba se a maior comecar a conversar, contar histórias etc etc etc

Enfim, levando os dois juntos, primeiro arrumamos os dois, fralda trocada (baby), xixi feito, dentes escovados vamos os três para o quarto, começamos a rezar e a mocinha!!!! já vai se aconchegando e cai no sono sem precisar contar cem vezes a mesma história e o baby reclama um pouquinho aqui, ali e logo logo cai no sono. Pronto, inacreditavelmente os dois dormem muito mais rápido quando colocados juntos para dormir do que quando estavam em quartos separados! Parece que gostam de ficar juntos! O baby realmente é apaixonado pela irmã e fica encantado com tudo oque ela faz!

Espero que meu relato ajude outra mãe que ainda esta com essa dúvida!

E tenho ouvido vários relatos de outras mães de 2 filhos que dividem o quarto!
Em uma família amiga quando os pais finalmente se mudaram para um apt maior e decoraram dois lindos quartinhos um para a menina e outro para o menino; Na primeira semana os dois pediram para voltar a dormir juntos! Acho que eles gostam mesmo!

26 de outubro de 2011

VICIADOS NA TELINHA


POR Ana Maria Machado para Carta Capital


As novas tecnologias são de fato muito atraentes para crianças e jovens, mas qualquer pessoa que goste de ler sabe dosar seu tempo


Caro professor,

Entre as perguntas repetidas que costumam me fazer, uma das mais frequentes é sobre a concorrência que as novas tecnologias fazem à leitura. Todo mundo parece se preocupar muito com o efeito que as telas da televisão ou do computador podem ter para desviar leitores das páginas dos livros.  Realmente, são tentadoras. Mas não são o fim do mundo.

Às vezes respondo com lembranças de meu tempo de menina, quando televisão não existia com a força de hoje. Mas existia quintal – algo que atualmente, em grande parte se acabou. E poucas coisas podiam ser tão tentadoras quanto quintal. Tinha árvore, terra, minhoca, espaço para correr, brincar de pique, jogar bola, fazer comidinha, pular amarelinha… Um monte de atividades muito atraentes que também competiam com a leitura. A gente brincava muito. E também lia muito.

Com essa lembrança, quero reafirmar que o problema não está na existência de outras solicitações tentadoras. Qualquer pessoa que gosta de ler sabe dosar seu tempo entre elas.  Como na economia de nossa sociedade, o problema não está no fato de haver concorrência, está no monopólio. E recai sobre pessoas que ainda nem tiveram a oportunidade de saber se gostam de ler ou não. Quem já descobriu as delícias da leitura sabe escolher o momento em que vai ler, ou a hora em que se senta à frente da televisão, vai navegar na internet ou mergulhar num videogame.

A primeira questão, então, seria garantir às crianças a descoberta das histórias e da literatura infantil desde cedo. Isto se consegue por meio de exemplo e constante convívio com livros – em casa, na escola, na frequência de bibliotecas, na ida a livrarias para folhear e explorar as páginas coloridas. Feito isso, o gosto pelas narrativas vem naturalmente.

Há, porém, outro aspecto que me preocupa muito mais. Esse, sim. É o que combina a dosagem e o conteúdo daquilo com o que normalmente as crianças têm contato nessas novas tecnologias, quando não existe um cuidado dos responsáveis em orientá-las nesse universo. Nem vou falar nos perigos mais óbvios, no âmbito policial – como passar informações pessoais a estranhos ou se deixar enredar em redes de pornografia, pedofilia e outras doenças sociais de nosso tempo. Mas falo de coisas mais simples: o tempão excessivo dedicado a esses meios e o conteúdo que passa a constituir a dieta quase única com que se alimenta o imaginário infantil nessas circunstâncias. Quanto à dosagem, sabemos que o Brasil é um dos campeões mundiais do tempo médio que criança passa em frente das telinhas – tanto de tevê e vídeo quanto de computadores. Triste campeonato, sinal do abandono a que estamos relegando nossa infância.  Mas não somos os únicos. E nem tudo o que as telas trazem é de se jogar fora. O que se precisa é selecionar e limitar. Recentemente, uma reportagem na televisão mostrou que na Inglaterra estão fazendo clínicas para adolescentes e jovens viciados em internet, locais em que os tratamentos para reduzir a dependência e enfrentar as crises de abstinência seguem os modelos das terapias com que se tratam outros vícios.

Por outro lado, também tenho constatado outro fenômeno, tanto em minhas andanças por nossas cidades quanto na leitura da imprensa. A proliferação das lan houses tem sido acompanhada por sua insistência em oferecer um cardápio único, de jogos do mesmo tipo – invariavelmente muito violentos. Há poucos meses, uma grande revista semanal trouxe um número especial sobre a expansão da informática e das novas tecnologias em geral, enfatizando sua extraordinária disseminação entre nós, com a multiplicação de pontos de acesso por toda parte – o que é ótimo, desejável e necessário, para reduzir desigualdades e aumentar oportunidades de conhecimento. Mas o que me chamou a atenção, em especial foi um aspecto secundário, pelo qual a reportagem passava sem se deter. Todas as fotos de lan houses, em diferentes bairros e cidades, quando tiradas de um ângulo que permitisse ver o monitor diante do qual se sentavam adolescentes ou crianças, mostravam cenas de atirar em alvos – fossem eles no Oeste americano, em ruas ocidentais contemporâneas, em aviões nos céus, navios no mar, estradas.  Não se trata de um ou outro filme, história ou desenho animado – onde há uma batalha entre um lado e outro, inserida numa narrativa que lhe dá sentido ou opõe significados morais na escolha – como, em sua linguagem simbólica, a arte tem feito ao longo da história humana. Nada disso. É só um jogo de mirar e atirar, competindo para ver quem mata mais. A mais absoluta banalização da violência e da agressividade, sem que haja qualquer consequência depois. Um treinamento para matar, em idade tenra. E ficar impune. Numa revista para educadores, não preciso dizer o que isso significa e ensina.

É mais do que hora de estarmos atentos para os cuidados que devemos ter nessa área: limites do tempo que as crianças dedicam aos jogos e escolha equilibrada dos conteúdos. Atentar para isso não é uma forma odiosa de repressão. Faz parte da responsabilidade social. E é uma manifestação de amor.

Ana Maria Machado para Carta Capital

25 de outubro de 2011

DEIXE SEU FILHO SE SUJAR!


Entrar em contato com ambientes não assépticos favorece não só a saúde da criança, mas também seu desenvolvimento psicológico

Se você é daquelas mães que têm arrepios ao ver uma criança toda lambuzada de chocolate ou que corre atrás do seu filho com um par de chinelos mal ele tira o sapato, pense melhor. Permitir que a criança se suje não só faz bem a ela, como é essencial para seu desenvolvimento.
"Os pais não podem criar os filhos dentro de uma redoma de vidro", diz o pediatra e neonatologista Jorge Huberman. Ele explica que cada indivíduo precisa desenvolver sua imunidade. A criança nasce apenas com a imunidade recebida da mãe durante a gestação, e começa a desenvolver seu próprio sistema a partir dos seis meses.
Por isso, é importante que os pequenos entrem em contato com o que muitos pais consideram como "sujeira": mexer na grama, rolar na terra e colocar alguns objetos na boca, desde que sempre sob supervisão de um adulto, são atitudes recomendáveis. Assim, eles podem criar anticorpos e construir um sistema de defesa natural do corpo, o que se torna impossível se as crianças são sempre mantidas em ambientes assépticos.
Depois da exploração de um ambiente menos higienizado - como um parque ou um quintal - basta dar banho na criança. Mas atenção: o excesso de banhos também é contraindicado pelo pediatra. "No verão, claro que a criança vai entrar mais vezes no chuveiro, até para se refrescar. Mas basta um banho com sabonete - os outros podem ser apenas com água", recomenda.
Estímulos
Ter contato com sujeira não só é importante para a saúde infantil, mas também para o desenvolvimento psicológico. Segundo a psicóloga antroposófica Sandra Stirbulov, todas as crianças precisam estimular os sentidos do tato, do movimento, do equilíbrio e da vitalidade para garantir um crescimento saudável. "O que não passa pelo sentido físico pode não ser decodificado mais tarde, atrapalhando o desenvolvimento da criança rumo à capacidade de abstração", diz ela.
E essa estimulação passa, naturalmente, pelo contato mais amplo possível com texturas, cores e cheiros - sempre submetido ao bom senso dos pais. Uma criança que está aprendendo a comer precisa entender que a comida é dada na colher, mas necessita igualmente tocar na comida para senti-la. Não tem mal algum deixá-la brincar com um pouco do alimento do prato.
"Os pais devem estar sempre atentos a proporcionar às crianças diferentes percepções sensoriais", defende Sandra, o que é impossível se você não deixa seu filho caminhar descalço na terra ou pintar desenhos com tinta a dedo.
Crianças que são privadas desta experimentação por pais excessivamente zelosos, que morrem de medo da criança apanhar uma pneumonia porque andou pela casa descalça ou não permitem que ela role na grama porque vai se sujar de terra, podem criar problemas para os filhos mais tarde. "Elas ficam indispostas a experimentar novas comidas, por exemplo. Antes mesmo de colocarem na boca, rejeitam um alimento novo", explica Sandra.
A dificuldade também pode se estender para a aprendizagem. "A criança que não entrou em contato com lama, terra, argila e outras materiais pode deixar de desenvolver, por exemplo, a motricidade fina - e ter problemas para segurar o lápis e escrever quando chega a fase da alfabetização", completa Cássia Franco, psicóloga especializada em terapia de casal e família.

Dicas para deixar seu filho se sujar
- Deixe a criança brincar com tinta e pegar um pouco da comida quando ela ainda está aprendendo a comer
- Promova uma sessão de pintura ou escultura em casa, em família. Se suje junto com seus filhos: pintem um painel coletivo ou mexam com argila
- Permita que seu filho mexa na grama, na areia e caminhe descalço sobre superfícies de texturas e temperaturas diferentes
- Dê a ele brinquedos de materiais diferentes, com diferentes texturas. Evite que a criança tenha só brinquedos de plástico, que tem sempre a mesma textura
- Apresente a seu filho sons diferentes, colocando-o em contato com brinquedos que façam barulho - não os eletrônicos, mas a partir da intervenção da criança
- Estimule seu filho a experimentar cheiros diversos: ofereça uma florzinha ou explore com ele os temperos da cozinha

24 de outubro de 2011

Como lavar as roupinhas do bebe? Como guarda-las para o proximo filho?


Como tirar manchas sem usar produtos químicos? Tem que passar a ferro? Como guardar para o próximo filho?

Diferentemente de quando as mães compram uma blusinha nova e mal podem esperar para estreá-la, a ansiedade é inimiga das roupas da criançada. A pele do bebê é muito sensível e toda lavagem é necessária, especialmente a primeira. Nunca se sabe o que pode desengatilhar uma alergia e o estoque da loja pode ser um lugar propício para contaminar a roupinha.
De acordo com a pediatra Leda de Aquino, do Departamento de Pediatria Ambulatorial da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), as roupinhas de bebê devem ser lavadas separadamente das roupas do resto da família, já que os produtos utilizados não podem ser os mesmos.


1.   Como lavar as roupinhas do bebê?



Além de lavá-las separadamente com uso de sabão neutro ou sabão de coco. Nao se deve usar amaciante. Algumas crianças têm uma tendência maior a desenvolver dermatite e o amaciante pode ser um desencadeador, pelo perfume ou pela química, O sabão em pó pode deixar resíduos com pH alto na roupa, o que não é indicado para bebês com pele sensível. O sabão líquido específico para roupas delicadas é o ideal. Um bom enxágue também é essencial.

2.    Como tirar as manchas?

Todos os produtos antimanchas são também alcalinos. Por isso é preciso cuidado ao tirar aquela mancha de papinha que caiu na blusa do seu filho. O melhor é enxaguar bem e, se precisar usar algum produto tira-manchas, fazer um último enxágue com vinagre de vinho branco.

Água sanitária nem pensar. A não ser que a roupinha seja muito bem enxaguada depois. Para evitar o uso de produtos do tipo quando a criança deixar cair comida ou outra sujeira na roupa, tire o excesso imediatamente. “Deixar para o dia seguinte faz a sujeira entrar na fibra e atingir o tecido. Se tirar na hora, com água, dificilmente a roupa ficará manchada”, completa.

3. As roupinhas devem sempre ser passadas a ferro?



 Além do cuidado extra oferecido pelo ferro quente, passar também é uma oportunidade para ver se as roupas estão limpinhas mesmo. Secar ao sol também é indicado. 



4. E passar perfume na roupa do bebê, pode?


Melhor não. A composição química de um perfume eleva a possibilidade de o bebê ter alergias. Eventualmente, no entanto, um perfume pode ser utilizado. Os perfumes são levemente ácidos, mesmo os infantis, mas não costumam dar problema. 



5. Existe um tecido mais indicado para as roupinhas de bebê?



O algodão, entre os especialistas, é considerado o melhor tecido para as roupinhas de bebê. Deve-se evitar produtos sintéticos, sintéticos podem impedir a transpiração e causar brotoejas.



6. Como guardar as roupinhas para o próximo filho?



A personal assistant Heloisa Sundfeld, fundadora da Help Personal Assistant, recomenda lavá-las bem e, antes de colocá-las no fundo do armário, embalá-las em sacos a vácuo, para ficarem protegidas. “Isso garante a conservação e a limpeza por dois anos”, diz.


7. Como guardar as roupinhas no armário para ter facilidade no dia a dia?


Ao organizar as gavetas, Heloisa Sundfeld sugere pensar na praticidade. Fraldas, muito utilizadas, ficam na primeira gaveta. Na segunda, peças já combinadas para o uso. “Assim, na hora de pegar uma roupinha, a mãe não vai ficar procurando”, conta Heloisa. 

Se você tiver uma menininha em casa, os vestidinhos podem ficar pendurados, fáceis de serem alcançados. E deixe a última gaveta para os lençóis, que não são tão trocados quanto as roupinhas diárias do bebê.

17 de outubro de 2011

WRAP DE FILET COM QUEIJO

Ontem fiz esse Wrap e todo mundo gostou e pediu a receita então aí vai!!!

Bem fácil de fazer

WRAP DE FILET da CAROL

500g de Filet -eu usei o Filet de Costela já temperado com sal e pimenta do reino
1 pacote de RAP 10 ligth - vem 10 discos
250g de Queijo Mussarela Piracanjuba ralado (ou em cubinhos)
1 caixinha de creme de leite
50g de Queijo Parmesão ralado de saquinho (Eu indico o VIGOR)
1/2 Cebola
1 colher de sopa de manteiga com sal

Na frigideira doure as cebolas na manteiga e acrescente a carne picada ou desfiada, acrescente o queijo mussarela e espere derreter um pouco, acrescente o creme de leite (que NUNCA deve ser fervido) e por fim para "dar a liga" como diz meu marido acrescente o queijo parmesão ralado.

Doure os discos do Wrap e acrescente o recheio dividindo para ficarem com a mesma quantidade. Enrole e coloque no prato.
Sirva com uma salada



Sucesso garantido! Eu usei a versão ligth! Mas as duas são uma delícia

Pode usar com o que sobrar de carne do almoço :)

Se fizer volte aqui pra contar!

CADEIRÃO PARA ALIMENTAÇÃO

A cadeira que escolhi foi essa e ADORO!
É fácil de limpar, é segura, é barata, reclina e é bonitinha! A minha é igual a essa! Minha filha usou e agora com 3 anos cedeu para meu filho e ela foi direto pra mesa!!! Mocinha minha Isabela!

MERENDA PEG PEREGO

Meu filho está com o Intestino Preso e Agora????

Caso seu filho tenha prisão de ventre na adaptação da introdução dos alimentos sólidos ou em outra fase da vida tenho uma dica ótima!!!!

Compre Ameixa sem caroço e cozinhe com água até virar uma papinha, depois passe no processador se preferir e guarde em um potinho fechado na geladeira, dê uma colher de chá de manhã e à tarde!!
Dura uma semana na geladeira.
Aconselho levar em viagens!!!!

Confira se a Ameixa realmente é sem caroço!!!! Isso é muito importante!!!! Um caroço desse pode engasgar uma criança!

Se ele for bebê e após 3 dias não evacuar, 3 dias é normal, você pode passar um cotonete ao redor do anus para estimular a evacuação. Mas não interfira antes de 3 dias. Nesse período escolha os alimentos corretos, faça massagem na barriguinha, ofereça bastante água e se você ficar muito ansiosa ou nervosa converse com o pediatra!

ALIMENTOS LAXANTES OBSTIPANTES FLATULENTOS

Para preparar as papinhas temos que escolher bem os vegetais e alimentos para não soltar nem prender o intestino do nosso filho!!!
Eis essa classificação para ajudar as escolher!

ALIMENTOS LAXANTES (“SOLTAM O INTESTINO”)
Mamão, Abóbora, Almeirão, Pão de centeio, Repolho, Jaca, Laranja, Abacate,Banana nanica,Tomate,Uva,Aveia,Melão,Amendoim,Arroz integral,Pão integral,Macarrão integral,Pepino,Figo,Couve,Espinafre,Ervilha,Ameixa,Vegetais folhosos,Melancia,Lentilha,Pimentão,Alface,Agrião,Iogurte,Feijão,Jiló,Manga,Vagem,Milho,Abacaxi.

ALIMENTOS OBSTIPANTES (“PRENDEM O INTESTINO”)
Arroz,Mandioca,Bolacha água e sal,Cará,Cenoura cozida,Caju,Biscoito,Gelatina,Pão branco,Maçã,Banana prata,Banana maçã,Maisena,Batata salsa,Limão,Goiaba sem casca,Batata.

ALIMENTOS FLATULENTOS (“PRODUZEM GASES”)
Agrião,Acelga,Cebola,Alho,Brócolis,Couve,Jabuticaba,Melão,Melancia,Condimentos,Ervilha,Feijão,Lentilha,Milho,Pimentão,Pimenta do reino,Repolho,Rabanete,Batata doce,Leite,Queijos temperados,Refrigerantes,Chocolate,Abacate,Nozes,Ovos,Peixe,Mostarda,Nabo, Beterraba

16 de outubro de 2011

PAPINHAS III - ROTINA ALIMENTAR DA INTRODUÇÃO DE ALIMENTOS SÓLIDOS

A introdução dos alimentos sólidos é uma opção da mãe orientada pelo médico de acordo com as possiblidades da mãe quanto ao aleitamento exclusivo.É recomendado pela OMS a ser iniciada após seis meses de aleitamento materno!

Se for iniciar antes de voltar a trabalhar e o bebê tem 4 meses ou seja sua licença é de apenas 4 meses.
Você pode optar por ordenhar e deixar seu leite para a babá dar também de 4 em 4 horas e esperar o 6º mês para introduzir os alimentos. Ou iniciar a introdução dos alimentos sólidos. Acho que isso depende muito do tamanho do seu bebê, da sua vontade e da indicação do seu pediatra.

1ª SEMANA
Amamentação normal de 4 em 4 horas mais
9-10hs Fruta amassada
Água no copo 30ml

FRUTAS: Banana Prata, Maça ,Pera, Mamão Papaya e Melão
Dar um de cada vez para ver se apresenta alergia e apurar o paladar

2ª SEMANA
7hs Seio Materno
9-10hs Fruta
11-12hs Sopa -3 tipos de legumes + gordura + tempero
Água no copo 30ml
Seio Materno após o almoço

FRUTAS: Banana Prata, Maça ,Pera, Mamão Papaya e Melão
Dar um de cada vez para ver se apresenta alergia e apurar o paladar
LEGUMES: Batata, Cenoura, Chuchu, Cara, Inhame, Abobrinha, Beringela, Mandioca
Gordura: Oleo de Girassol, Oleo de Canola, Azeite
Tempero: Cebola e cheiro verde

Deixe cozinhar e secar a água, mas deixe um caldinho!

3ª SEMANA
7hs Seio Materno
9-10hs Fruta
11-12hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO -3 tipos de legumes + Arroz + Proteína Vegetal + gordura + tempero
Água no copo 30ml ou Suco
Seio Materno após o almoço
15-16hs Fruta
18hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO
Seio materno antes de dormir

FRUTAS: Incluir Melancia e Manga
Carboidrato: Incluir Arroz
Proteina Vegetal: Feijão ou lentilha ou ervilha

4ª SEMANA
7hs Seio Materno
9-10hs Fruta
11-12hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO -3 tipos de legumes + Arroz + Proteína Vegetal+ 1 proteina animal + gordura + tempero
Água no copo 30ml ou Suco
Seio Materno após o almoço
15-16hs Fruta
18hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO
Seio materno antes de dormir

FRUTAS: Acrescente Pêssego e Ameixa
Carboidrato: Arroz ou Fubá de Milho
Proteina Vegetal: Feijão ou lentilha ou ervilha
Proteína Animal: Carne Vermelha (Músculo moído 2 vezes) ou Frango Desfiado
Legumes e Verduras: Escolha sempre 3 legumes e Acrescente 1 folha: Agrião, Espinafre, Rúcula etc bem picadinho

Se seu bebê começara ficar amarelo de tanto comer abóbora, cenoura opte por Legumes Amarelos 2 x na semana.

5ª SEMANA
7hs Seio Materno
9-10hs Fruta
11-12hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO -3 tipos de legumes + Arroz + Proteína Vegetal+ 1 proteina animal + gordura + tempero
Água no copo 30ml ou Suco
Seio Materno após o almoço
15-16hs Fruta
18hs PAPINHA AMASSADA NO GARFO
Seio materno antes de dormir

FRUTAS: Acrescente outras frutas de sua preferência evitando as ácidas
Carboidrato: Arroz ou Fubá de Milho
Proteina Vegetal: Feijão ou lentilha ou ervilha
Proteína Animal: Carne Vermelha (Músculo moído 2 vezes) ou Frango Desfiado ou Gema do Ovo 2x na semana ou Peixe
Legumes e Verduras: Escolha sempre 3 legumes e Acrescente 1 folha: Agrião, Espinafre, Rúcula etc bem picadinho

Agora você pode secar mais a papinha sem deixar o caldinho, deixando a consistência de papinha

Inicie o OVO apenas no almoço por uma semana (2x na semana) E na próxima semana no almoço e jantar e depois de verificada a ausência de alergia inclua a Clara ou seja o OVO inteiro cozido e amassado.
Evite congelar o OVO, cozinhe e acrescente à papinha já descongelada se essa for sua opção.

A partir dos 10 meses
Inclua na lista de carboidratos o macarrão
e como sobremesa ofereça Gelatina ou Geléia de Mocotó

A partir de 12 meses
7hs Seio Materno
8hs Café da Manhã: Leite Ninho 1 ou queijo branco + Pão Integral ou Cereal com Leite + Fruta
10hs Suco ou Fruta ou Bolacha Maizena ou Biscoito de Polvilho
12hs Almoço da Família com salada crua
Água no copo 30ml ou Suco
Gelatina ou Geléia de Mocotó
Seio Materno após o almoço
16hs Fruta ou Suco ou Pão Integral com Geléia ou Bolo ou Pão de Queijo (em festas claro!)
18hs Sopa/Papinha
Seio materno antes de dormir ou Leite no Copo

PAPINHAS II RECEITAS

PAPINHA VEGETARIANA


RECEITA 1
1 xícara de Abobora
5g de Agrião
1 colher de cebola picada
1 ramo de cebolinha
Refogue com 1 fio de azeite ou de óleo de canola em seguida coloque uma pitada de sal e água
Depois que os vegetais estiverem bem tenros retire a papinha do fogo e amasse.

RECEITA 2
1 dente de Alho
1 xícara de repolho
1 xícara de brócolis
1 xícara de grão de bico
1/2 batata
Refogue com 1 fio de azeite ou de óleo de canola o alho, repolho, brócolis, grão de bico já cozido e a batata em seguida coloque uma pitada de sal e água
Depois que os vegetais estiverem bem tenros retire a papinha do fogo e amasse.

RECEITA 3
1 tomate
1 ramo de salsinha
1 xícara de mandioca
1 xícara de couve flor
1 punhado de espinafre
Refogue com 1 fio de azeite ou de óleo de canola o tomate,salsinha e acrescente a mandioca, a couve flor e o espinafre e em seguida coloque uma pitada de sal e água.

Depois que os vegetais estiverem bem tenros retire a papinha do fogo e amasse.


Você acrescentar proteina, como OVO cozido, Carne (músculo moído 2 vezes) ou Frango desfiado.
Se for acrescentar OVO, cozinhe o ovo, e misture à papinha finalizada.


A papinha pode ser congelada por 1 mês mas prefira acrescentar o OVO sempre no dia de usar a papinha.
Quanto às carnes podem ser acrescentadas, refogando-a primeiro e depois acrescentando à papinha ainda quando estiver ao fogo.
Se for congelar divida as porções e congele já fracionado a porção do dia. Retire do congelador pela manhã e esquente na panela ou micro-ondas.

PAPINHAS I

A introdução de novos alimentos deve começar aos 6 meses de idade, segundo recomendação da Organização Mundial da Saúde. Mas ainda não é o momento de interromper o aleitamento, que, de acordo com a mesma entidade, deve continuar até a criança completar 2 anos. O que se indica é a inclusão, no cardápio dos pequenos, das primeiras papinhas. Elas devem ser oferecidas sempre no intervalo entre as mamadas. Essa introdução tem de ser lenta e gradual, com os alimentos sendo apresentados ao bebê um de cada vez. Dessa forma, é possível controlar eventuais alergias. Comece com as papinhas doces e, depois de um ou dois meses, quando o pequeno já tiver se adaptado, passe para as salgadas.

Atualmente os pediatras tem recomendado a iniciar com as salgadas e depois as doces. Eu iniciei com as doces nos meus dois filhos e acho que é bemmmm mais fácil iniciar com a pêra, maça, banana amassadas do que com um legume cozinho amassado! Os dois comem super bem e não tiveram problemas na adaptação.

PAPINHAS DOCES
A partir dos 6 meses, as chamadas papinhas doces são a primeira novidade no cardápio do bebê, que, até então, tinha o leite materno como o alimento exclusivo. Elas devem ser preparadas com frutas bem esmagadas. Que fique claro: esmagadas, e não liquidificadas. Isso porque é importante que o bebê já comece a desenvolver a capacidade de digerir os alimentos. Além de nutritivas, elas representam uma mudança menos brusca em relação ao gosto do leite da mãe. Devem ser oferecidas à criança de colher. Também é importante escolher um talher que não machuque, como os que têm a ponta revestida de silicone.

MAS é claro que se você estiver querendo praticidade é melhor passar no processador a papinha em casa do que dar uma papinha industrializada!!!!

PAPINHAS SALGADAS
Depois de um ou dois meses com a papinha doce, é hora de introduzir o sal na alimentação do bebê – mas com cuidado. As papinhas salgadas devem receber apenas uma pitada de sal. Uma dica: se o alimento está “bom de sal” para o paladar de um adulto, certamente estará salgado demais para uma criança. Também devem ser incluídos na receita diferentes grupos de alimento, como vegetais, carboidratos e carne – dessa maneira, a criança receberá os principais nutrientes de que precisa para se desenvolver. Assim como as papinhas doces as salgadas não podem ser liquidificadas, mas apenas amassadas. E, no caso das carnes, bem desfiadas. Elas podem ser inicialmente oferecidas uma vez ao dia, como uma espécie de almoço. E depois de 15 dias comendo a papinha salgada no almoço pode dar no jantar também.

SEM BABÁ

Desculpem minha ausência...
Fiquei quase dois meses sem babá, na verdade ela ainda não voltou, mas arrumei uma substituta!
Pensei muito em muitas coisas que aconteceram.

Lucas já está com 7 meses, e desde os 6 fica em pé no berço e engatinha pra todo lado. Agora parece um foguetinho no chão! Não posso tirar o olho nem por um segundo. Ele já fica em pé por alguns segundos e depois cai. Já tem 2 dentinhos! O que mudou os hábitos do sono! É sempre assim...quando tudo parece estar bem acontece algo que muda tudo! E vamos que vamos...

Isabela já está com 3 anos e adora brincar com o irmão. Lucas é apaixonado por ela e mesmo nas brincadeiras mais agressivas ele dá gargalhada....aí Isabela abusa né? E muitas vezes acaba de castigo porque machucou o irmão. Essa fase de 3 anos é bemmmm difícil. A disputa pelo poder, a retaliação pelo ciúme, as birras sem fim. Mas também é uma graça e um charme cada história inventada, cada caso contado e as brincadeiras. Como é bom sentar no chão e brincar de barbie, de boneca, de casinha, de massinha, de qualquer coisa. Bom demaisssssssss da conta.

O bom de ficar sem babá é:

brincar muitoooooo com os filhos
colocar eles na rotina e ensiná-los as coisas do jeito que a gente quer
cuidar deles e saber tudo oque aconteceu durante o dia
lavar a roupa com cuidado
fazer a papinha

Mas cansaaaaaaaa muito ter que trabalhar (em casa claro), cuidar da casa, dos filhos e do marido! hehehe

Prefiro mesmo é ter a tal da babá! Uma boa babá!

Falando em papinhas, agora Lucas já come de tudo. Então vou postar oque aprendi sobre papinhas

18 de agosto de 2011

QUARTINHO

Tem coisa mais legal que fazer o quartinhos dos filhos? E eles ficam na maior alegria ne?
Se hoje eu fosse fazer o qusrtinho dos meus filhos faria esse da QUARTETO. Foi lá que eu fiz o quarto da minha filha. Infelizmente só tenho um quarto para os dois e acho que esse seria bem legal pois sá para menina e menino, bem colorido e funcional.

A Quarteto está de cara nova e cheia de novidades, vale a pena conferir:
QI 11 Lago Sul

                                          OLHA O CHARME DA MESINHA COM O ROLO DE PAPEL PARA DESENHOS
 E ESSES NICHOS PARA GUARDAR BRINQUEDOS???
                                     OLHA ESSES QUADRINHOS! SUPER ORIGINAIS

14 de agosto de 2011

BERÇO? QUAL ESCOLHER?

Essa é uma escolha difícil, porque a variedade é grande e os preços também.
Vou escrever sobre isso porque acho que "dei sorte". O berço da minha primeira filha hoje está sendo usado pelo meu segundo filho e ela dormiu nele até os 2 anos. Muitas amigas minhas não acreditavam porque achavam que era perigoso demais já que o filho delas em pé no berço a grade batia no peito. O berço que escolhi tem três alturas do colchão e no mais baixo ela ainda ficava bem segura lá dentro. Eu achava mais fácil mantê-la lá e só tirei mesmo porque ja´estava grávida e não queria uma "disputa" pelo berço. Esse berço VITÓRIA se transforma em mini-cama e pode ser usado bastante tempo, mas nem cheguei a transformá-lo, passei ela pra bicama da cama auxiliar do mesmo modelo VITÓRIA, coloquei a grade e ela AMOU a transição, eu disse que era cama de moça etc etc ela ficou EUFÓRICA, e pra minha surpresa, até hoje quando ela acorda ela continua na cama e me chama. Acho que as "grades" do berço ficaram na cabeça dela já que ficou por lá MUITO tempo.
Outra coisa bem legal desse berço que já percebi é que para abaixar a grade para colocar o bebê dentro conseguimos com bastante facilidade abaixar e levantar a grande com uma mão só, oque facilita MUITO na hora que o bebê dormiu no seu colo e você tem que colocá-lo lá. Não que isso seja uma rotina né? Ja que temos que colocá-los acordados ainda no berço, mas até pra isso facilita porque você abaixa com uma mão coloca o bebê çá e pronto. Já vi alguns berços que tem travas e você tem que abrir um lado e depois o outro e precisa das duas mãos. FICA A DICA! Esse berço é bom, bonito, prático e resistente....já dura 3 anos e parece novinho. Comprei o meu na Quarteto junto com a cama com bicama e a cômoda com trocador.

BERÇO COM A GRADE ABAIXADA, É SÓ SUSPENDER A GRADE E PUXAR E ELA ABAIXA

      CAMA COM BI-CAMA E GAVETÕES!!! SEMPRE TEM COISA PRA GUARDAR ALI!
                                                         QUARTINHO DA ISABELA

Não esqueça então de verificar esses detalhes do berço, só a beleza não vale!!! Oque conta mais mesmo é a praticidade!

10 de agosto de 2011

ERA FOME

Ando um pouco sumida! Festa de Aniversário, Batizado e muitas noites mal dormidas....rsrsrsrs
Quando o Lucas dormir a noite toda prometo escrever todas as técnicas da Tracy aqui.

Vamos ao tópico.

Amamentação exclusiva até os seis meses! É lindo né? Topei e abracei a causa, deixei de lado um pouco o trabalho para me dedicar a essa linda função de alimentar o bebê. Confesso que estou apaixonada por esse ato de amor. Penso na minha mãe e nas outras que não puderam ou conseguiram chegar até aqui, ter um bebê grande sendo amamentado. Grande eu digo porque é gostoso demais o bebê interagindo com você enquanto mama. É a melhor coisa do mundo, eu já disse antes. hehehe E sinto muito por elas que não puderam amamentar mais que 2,3 meses.

O Lucas já tem 5 meses e é um fofo, bebê maravilhoso que Deus me deu. Mas ele é enorme.....5 meses e 8600g e faminto, até hoje nunca dormiu uma noite toda e acorda SEMPRE 2,3,4,5 vezes a noite pra mamar. Eu sei que poderia não dar etc etc etc, mas a Tracy diz que se o bebê acorda muito à noite e em horario diferente então é fome. E realmente é...e convenhamos não vou deixar ele berrando de fome.
Já aumentei o suprimento de leite de dia e não muda...Ele chega a mamar 9 vezes de dia e nada adianta, mamade extra, mamada dos sonhos...enfim.
Ha um mês eu tento fazê-lo tomar leite NAN 1 (por conta própria) E ele cospe, não suga a mamadeira, nem seringa, nem copinho nem nada. E há dois dias ele aceitou UFAAAAAAAA e não é que dormiu até as 5hs.
A pediatra adorou quando eu disse que ele cospe e disse que ele é esperto por não querer! Mas eu continuo tentando.
Estou tão felizzzzzzzzzzzzz chego até a acordar a noite com o peito cheio....hehehe Ok Foram 2 noites! Que venham as próximas!
Enfim...vou ver se ele continua tomando, eu dou o peito e a mamadeira junto.
Ele não gosta muito mas está tomando e dormindo hehehe.
Preciso que ele durma a noite toda, preciso trabalhar e preciso dormir!!!!!!!!!

Depois escrevo mais!

3 de agosto de 2011

ENXOVAL DO BEBÊ

A empresa KIDS CLUB no Lago Sul têm uma lista de Enxoval muito legal. Se quiser impressa é só passar lá e pegar a sua além de ver as roupinhas lindas que têm na loja:

SHIS QI 13 Bl. E Lojas 4/5 - Lago Sul, próximo ao Carrefour Bairro - 71.635-168 - Brasília, DF 61 3364-4386 - contato@lojakidsclub.com.br - www.lojakidsclub.com.br
Abaixo você encontrará nossa sugestão de compras para enxoval, quarto, banho, etc. Observe que é apenas uma sugestão e que devem ser levados em conta os hábitos da família, clima, etc.


Enxoval  (quantidade indicada para cada tamanho:
06 bodys manga curta (tipo de camisa que se abotoa por entre as pernas)
06 bodys manga longa Banho e Toalete

01 aquecedor de mamadeiras
10 culotes/mijão (calças de algodão), algumas com pé e outras sem
04 macacões compridos manga curta
06 macacões compridos manga longa
01 casaquinho de lã
01 casaquinho de linha
02 casaquinhos de malha (de preferência o P e RN com botões, sem zíper)
04 conjuntos pagão (composto geralmente de um body, um casaquinho e uma calça)
02 conjuntos de lã (macacão, casaco, touca, sapatinho) – caso o bebe vá nascer no frio, aumentar para 5 conjuntos
04 cueiros (tecido de flanela ou malha que serve para enrolar a criança)
04 vira mantas (tecido de algodão usado para evitar o contato com outros tecidos que possam causar alergia)
02 mantas luxo

02 mantas simples
02 cobertores
03 pares de luva
06 pares de meia
03 babadores (nos primeiros meses para proteger a roupa do leite, que rapidamente azeda, nos meses seguintes da baba com o nascimento dos dentinhos e depois das papinhas) 01 saída de maternidade (conjunto de macacão e manta geralmente de linha)
10 paninhos de boca
02 toucas
02 sapatinhos
01 bonézinho ou chapéuzinho de tecido para exposição ao sol
1 dúzia de fraldas de pano (servem de apoio à troca de fraldas, às mamadas e alimentação, etc.)

Banho 03 toalhas felpudas, de preferência com capuz
03 toalhas fraldas
01 caixa de hastes flexíveis ("cotonetes")
01 conjunto para manicure (composto por uma tesoura para unhas, um cortador de unha tipo trin e uma lixa) 01 creme para prevenção de assaduras
01 escova/pente para cabelo
01 massageador de gengiva (acessório de silicone para massagear e limpar a gengiva)
02 chupetas ortodônticas (caso o bebê pegue, será necessário comprar mais)
01 óleo neutro
06 pacotes de algodão em bolas
04 pacotes de lenços umedecidos
03 sabonetes neutros
01 saboneteira
01 shampoo
01 termômetro para banho
01 frasco de álcool 70% para limpeza do umbigo
01 garrafa térmica com água morna para higiene do bebê
01 lixeira com pedal
01 trocador (tipo de colchonete plastificado ou emborrachado para se trocar a criança)
01 cesta para colocar as miudezas de troca
01 banheira (observando que deve ser de fácil limpeza sem reentrâncias que possam acumular sujeiras)
8 pacotes de fraldas descartáveis tamanho P
8 pacotes de fraldas descartáveis tamanho M
Diversos
01 aspirador nasal (serve para limpar o nariz do bebê por sucção)
01 conjunto de coador e funil
01 conta gotas
01 escorredor para mamadeiras
01 escova para mamadeira
01 esterilizador
03 mamadeiras grande
02 mamadeiras média
01 mamadeiras pequena
04 bicos de mamadeira
01 pinça higiênica (pinça plástica para pegar os itens esterilizados)
01 porta mamadeira térmico
01 termômetro clínico
01 vaporizador
01 abajur
01 berço (com o espaço entre as grades maior que 6 cm)
01 cômoda (preferencialmente que sirva de trocador)
01 mosquiteiro
01 colchão
01 protetor de colchão
04 jogos de lençóis e fronhas
01 jogo de protetor de berço
01 travesseiro
01 kit para berço

Passeios:
1 carrinho que recline (teste se o tamanho é adequado ao seu porta-malas)
1 bebê conforto/cadeirinha para transporte no automóvel (teste a instalação em seu carro assim que comprar)
02 jogos de lençol para carrinho
02 capas para carrinho
02 bolsas (01 pequena e 01 grande com trocador)
01 encosto para cabeça (para usar no carrinho ou no bebê-conforto, serve para acomodar de forma segura a cabeça do bebê)
01 protetor de cinto (jogo de almofadinhas para colocar em volta do cinto da cadeirinha)

Alimentação:
01 cadeirão
01 jogo de prato
03 jogos de talheres para bebê, incluindo colheres bem macias

Para a mamãe:
01 almofada para amamentar (almofada em formato especial para o colo da mãe durante a amamentação, proporcionando uma posição mais cômoda)
01 concha para seios (feita de silicone, serve para corrigir os bicos que estejam invertidos e acelerar a cicatrização de bicos rachados)
02 protetores para seios (Feito de silicone, protege o bico do seio no caso de rachaduras)
01 tira leite (aparelho que pode ser manual ou elétrico, serve para retirar o excesso de leite e armazená-lo) 

30 absorventes para seios (de algodão e em formato de concha serve para absorver o excesso de leite)

 
Opcional:
02 mordedores de borracha
Lembrancinha da maternidade para as visitas
Enfeite de porta
01 espuma para banheira (para ser colocada dentro da banheira evitando que o bebê escorregue)
Lavanda ou colônia
Condicionador
Prendedores de chupetas
Porta-chupeta
Babá eletrônica
Sling ou canguru (serve para carregar a criança de forma mais cômoda)

Seu bebê vai nascer em época de frio?

Não há dúvida de que gorros e luvas farão parte do enxoval do seu bebê, mas e a lã? Um casaquinho de frio é obrigatório para protegê-lo e sugerimos substituir a lã por linha ou lã antialérgica. Na época de frio, sugerimos usar sempre um body de manga curta de algodao por baixo do macacão quentinho e um casaco por cima, caso seja necessário. Quanto mais camadas de roupa, melhor para manter o pequeno aquecido. Apenas tenha cuidado pois o excesso de peças pode prejudicar os movimentos do bebê. Independentemente dos hábitos que você adquirir para agasalhar seu filho, vale ressaltar algumas orientações: cobertor, manta ou cueiro devem ser escolhidos com base no toque. Ninguém melhor do que você para avaliar o tecido mais confortável para o seu pequeno. Seguem algumas dicas para o enxoval do bebê que nascerá em estações mais frias: Joelheira – É importante para proteger o bebê dos pisos frios, quando ele começa a engatinhar, ou quando se esparrama pelo chão. Luvas – O tecido deve ser sempre antialérgico. A quantidade mínima recomendada é de três itens. Deve-se lembrar de que a luvinha estará sempre na boca assim que o bebê descobrir as próprias mãos. Gorros – É sempre recomendado aquecer a cabeça do bebê com o capuz do macacão, do casaquinho ou com gorros e capuzes, sempre de algodão e tecidos antialérgicos. Cobertores – Apesar do frio, a quantidade não muda em relação ao bebê que nasce no calor. Se pequeno, precisará de dois cobertores, no mínimo, sendo um mais leve e outro mais quente. Soft é um dos tecidos recomendados para clima mais frio. Mantas – Muito uteis no inverno. Devem estar sempre à mão. Macacão longo – Seu bebê precisará de pelo menos seis peças. O modelo mais recomendado é o abotoado na frente pela facilidade na hora de vesti-lo. Bodys de manga longa –

Seu bebê vai nascer no período de calor?

Faça sol ou chuva, o body, embaixo do macacão, é indispensável. Portanto, a orientação é adquirir, pelo menos, seis peças. Não se engane reduzindo as quantidades, só porque é época de sol e a secagem das roupas é mais rápida. O bebê do verão mantém a mesma frequência de trocas ao dia que o bebê de inverno, ou seja, oito. Também não vale riscar da lista o macacão ou body de manga longa. O tamanho das peças deve acompanhar o desenvolvimento da criança: RN e P para o primeiro trimestre, M para segundo e G para o terceiro. O cueiro também é importante para aquecer o bebê, assim como as mantas. Vale acessar as dicas de inverno para a compra de cobertor, meias e luvas. Sim, eles são itens obrigatórios mesmo no período de calor. Por fim, o mosquiteiro é outro acessório que pode se tornar crucial, no verão, para manter os insetos longe do seu filho. Seguem algumas orientações para a montagem do enxoval de calor: Bodys de manga curta – Além dos estampados lindos, sugerimos comprar alguns branquinhos que são curingas para usar por baixo dos macacões. Lençóis – Quatro é a quantidade ideal para o verão, mas esse número deve aumentar para seis em casos de limitações para a secagem de roupas. Tecidos leves e macios, como o algodão, continuam em destaque. Lembre-se de providenciar duas peças adicionais para o carrinho do bebê. Meias – Elas são importantes para aquecer os pés do recém-nascido, mesmo em altas temperaturas. O bebê necessitará de, pelo menos, três pares. Se possível, o melhor é providenciar de quatro a seis peças. Sapatinhos de lã – A lã antialérgica é uma ótima dica de verão para aquecer os pezinhos e fixar as meias dos recém-nascidos. de algodão, que é antialérgico e quentinho. A quantidade mínima, no tamanho RN/P, é de seis peças. Mais isso varia de acordo com a rotina de secagem de roupas, em sua casa. Calças – Novamente o algodão é o favorito, mas outros tecidos mais quentes, como o plush, também podem ser considerados. Recomenda-se adquirir uma quantidade maior de calças com pé – no mínimo seis. Sapatinhos – Eles não são só lindos! Também têm a função de manter os pés quentinhos, mas precisam ser bem macios e fáceis de calçar.


Toda roupa deve ser preferencialmente de algodão e lavada com sabão neutro ou de côco, e não deve ser colocado nenhum produto no enxague pois seu bebê pode ser alérgico.

19 de julho de 2011

1,2,3... FILHOS

 Eu já recebi esse email várias vezes e achei muito engraçado...com algumas verdades!

ORDEM DE NASCIMENTO DOS FILHOS...
   O 1º filho é de vidro...
   O 2º é de borracha...
   O 3º é de aço.

   PLANEJAMENTO
   O 1º filho é (em geral) desejado
   O 2º é planejado
   O 3º é escorregado.

   A ORDEM DE NASCIMENTO DAS CRIANÇAS
   1º- Irmão mais velho têm um álbum de fotografia completo, um relato minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite guardados.
   2º - O segundo mal consegue achar fotos do primeiro aniversário.
   3º- Os terceiros, não fazem ideia das circunstâncias em que chegaram à família

   O que vestir
   1º bebê - Você começa a usar roupas de grávidas assim que o exame dá positivo.
   2º bebê - Você usa as roupas normais o máximo que puder.
   3º bebê - As roupas para grávidas são suas roupas normais, pq vc já deixou de ter um corpinho de sereia e passou a ter um de baleia.

   Preparação para o nascimento
   1º bebê - Você faz exercícios de respiração religiosamente.
   2º bebê - Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal lembra que, na última vez, eles não funcionaram.
   3º bebê - Você pede para tomar a peridural no 8º mês pq se lembra que dói demais.

   O guarda-roupas
   1º bebê - Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.
   2º bebê - Você vê se as roupas estão limpas e só descarta aquelas com manchas escuras.
   3º bebê - Meninos podem usar rosa, né? Afinal o seu marido é liberal e tem certeza que o filho vai ser macho igual ao pai!  Preocupações
   1º bebê - Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo.
   2º bebê - Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho..
   3º bebê - Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço ou manda o marido ir até o quarto das criança.

   A chupeta
   1º bebê - Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la..
   2º bebê - Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê.
   3º bebê - Se a chupeta cair no chão, você passa na sua camiseta, dá uma lambida, passa na sua camisa desta vez para dar uma secadinha pra não pegar sapinho no nenê, e dá novamente ao bebê, pq o que não mata, fortalece (vitamina B, de Bicho, off course!)

   Troca de fraldas
   1º bebê - Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas.
   2º bebê - Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário.
   3º bebê - Você tenta trocar a fralda somente quando as outras crianças começam a reclamar do mau cheiro.

   Banho
   1º bebê - A água é filtrada e fervida e sua temperatura medida por termômetro.
   2º bebê - A água é da torneira e a temperatura é fresquinha.
   3º bebê - É enfiado diretamente embaixo do chuveiro na temperatura que vier, pq  vc, seu marido e seus pais foram criados assim, e ninguém morreu de frio.

   Atividades
   1º bebê - Você leva seu filho para as aulas de musica para bebês, teatro, contação de história, natação, judô, etc...
   2º bebê - Você leva seu filho para a escola e olhe lá...
   3º bebê - Você leva seu filho para o supermercado, padaria, manicure,e o seu marido que se vire para levá-lo à escola e ao campo de futebol...

   Saídas
   1º bebê - A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa da sua mãe (sua sogra não pode ficar com a criança pq na sua cabeça, ela nunca foi mãe), para saber se ele está bem.
   2º bebê - Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone pra empregada.
   3º bebê - Você manda a empregada ligar só se ver sangue.

   Em casa
   1º bebê - Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê.
   2º bebê - Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, mordendo, beliscando,batendo ou brincando de superman com o bebê, amarrando uma sacola do carrefour no pescoço dele e jogando ele de cima do beliche.
   3º bebê - Você passa todo o tempo se escondendo das crianças.

   Engolindo moedas
   1º bebê - Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x.
   2º bebê - Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair.
   3º bebê - Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele.

15 de julho de 2011

A MELHOR COISA NO MUNDO

Esses dias eu descobri a melhor coisa do mundo...

Quando temos o primeiro filho
-ficamos ansiosas demais em fazer tudo direitinho;
-não imaginamos o cansaço de ser mãe, de não dormir direito;
-não imaginamos a dor de um bico do seio rachado e amamentar um bebê faminto (eu sofri por um mês para amamentar, sem dramas, sofri muito);
-compramos tudo o que vemos pela frente e esquecemos que o bebê só vai sair de casa com uns 3 meses e que roupa de bebê é de puro algodão e sem detalhes para não machucar aquela pele macia;
-fazemos o quartinho mais lindo do mundo sendo que ele nem vai ver direito o quartinho e logo logo sairá do berço e não usará mais trocador;

Enfim, quando chega o segundo filho:
-o quartinho é aproveitado do primeiro filho;
-as roupas são aproveitadas do primeiro filho e sim, você compra só o essencial que já sabe que vai usar e não conseguiu aproveitar;
-o carrinho megalomaníaco que você comprou é aproveitado
-o seu peito não dói mais, nem racha, e amamentar desde o primeiro dia é muito gratificante;

Eu me lembro bem que amamentar sempre foi muito bom com a minha primeira filha (exceto o primeiro mês), até porque ela mamou até 1 ano e 3 meses, o começo foi sofrido, mas eu tinha dois empregos, me virava nem sei como para conseguir amamentá-la.

Com o segundo filho (e provavelmente o meu último) você percebe que o tempo passa rápido demais (minha filha já vai fazer 3 anos) e que tem que aproveitar cada segundo, pois logo você não terá mais um bebê em casa!

Você percebe que:
-as noites mal dormidas que pareciam não ter fim no primeiro filho vão passar rápido. O que são 7 meses?
-a ansiedade de fazer tudo perfeito não vai te levar a lugar nenhum;
-que logo logo aquele bebezinho vai crescer, engatinhar, falar, andar...mandar em você...rsrsrs e que tudo é tão RÁPIDO;
-que sua vida mudou e mudou pra melhor;
- que amamentar é bom demais e vale a pena cada minuto de dor do começo (mesmo saindo pus, mesmo saindo sangue);
-TEM QUE APROVEITAR CADA SEGUNDO
-que é BOM DEMAIS TER FILHO

Eu sempre disse que CASAR era a melhor coisa do mundo e todo mundo sabe disso
Claro que a segunda melhor coisa do mundo tinha que vir da primeira melhor coisa do mundo e a terceira também.

Enfim:
As 3 melhores coisas do mundo para mim são:

-CASAR com o amor da minha vida
-TER FILHOS
-AMAMENTAR e receber o carinho do seu bebê enquanto amamenta, aquela mãozinha gostosa passando a mão em você e te olhando com um olhar fixo. AHHHHHH  Isso não tem preço e não tem dor que não valha a pena.

FICA A DICA:
Se você é branquela tem mais chances de rachar o bico do seio, mas se rachar não DESISTA!

SUFLE DE CHOCOLATE

Mais uma para adoçar o fim de semana!

SUFLE DE CHOCOLATE
Ingredientes:
550g de chocolate
180g de manteiga
30g de açucar
340g de claras
170g de gemas

Modo de preparo:
Derreter em banho-maria o chocolate e a manteiga
Adicionar a gema, batendo com o fouê
Bater as claras com o açucar
Misturar delicadamente
Assar em forno pre aquecido (200ºC) por mais ou menos 7 minutos (até crescer) em forminhas de cerâmica para soufle.
Servir com sorvete de vanilla

Me lembra o Taste Vin!!! Saudades da minha terra natal BH

MOUSSE TRICOLOR OU BICOLOR

Mês de férias = menos tempo para escrever = mais diversão em casa = receitas diferentes
Você pode fazer essa receita também com 2 musses se não gostar do chocolate meio amargo, é só aumentar a quantidade dos outros dois.
Essa receita é sensacional e fica linda principalmente se for colocada em um cálice bem grande de vidro.

Ingredientes:
200g chocolate ao leite
200g chocolate branco
200g chocolate meio amargo

100g de creme de leite
20g de manteiga
200g de chantily
4 gelatinas em folhas (hidratadas e derretidas)

Modo de fazer:
Aquecer o creme de leite
Adicionar o chocolate e continuar mexendo até derreter em banho maria
Colocar a gelatina
Bater o chantily e misturar delicadamente.
Colocar na vasilha uma musse de cada vez para não misturar as cores
Deixar na geladeira por no mínimo 5 horas

8 de julho de 2011

BOLO DE LIMAO

Resolvi colocar algumas receitinhas no Blog porque mãe que é mãe tem sempre um trunfo na manga. Quando se trata de receber visitas para ver o bebezinho que chegou então....A mãe está bem cansada e vem um monte de gente no fim de semana...(eu ADORO!) Mas há quem fica constrangida por não ter nada para oferecer. Sugiro você fazer esse bolo logo na sexta-feira e se durar até domingo vai ser um milagre, porque é tão gostoso que todo mundo quer repetir.

É super fácil de fazer:

BOLO DE LIMÃO CREMOSO

Ingredientes
Massa:
4 ovos inteiros
1 copo (200 ml) de iogurte natural
A mesma medida de óleo
1 caixinha de gelatina sabor limão
1 pacote massa pronta para bolo sabor limão (eu uso o fleschman)
1 colher (sopa) de fermento em pó
Cobertura:
1 lata de leite condensado
Suco de 2 limões

 Modo de preparo:

Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento, até obter uma massa homogênea
Em seguida acrescente o fermento
Despeje a mistura na forma
Pré-aqueça o forno à temperatura de 180º
Asse durante 30 a 40 minutos
Deixe esfriar
Desenforme e passe a cobertura sobre o bolo, se quiser acrescente raspinhas de limão por cima.


Agora se você não gosta de massa pronta de caixinha pode fazer a versão tradicional:

BOLO DE LIMÃO II

Ingredientes
Massa:
1 copo de iogurte natural 200ml
1 copo de óleo 200ml
4 ovos
1 gelatina sabor limão (sem dissolver)
1 1/2 xícaras de açúcar
3 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Cobertura:
1 lata de leite condensado
Suco de 2 limões (Raspas da casca desses 2 limões se quiser)

Modo de preparo:
1.Bater no liquidificador os 5 primeiros ingredientes
2.Em uma tigela misturar a farinha com o fermento
3.Misturar a massa batida no liquidificador com os ingredientes da tigela
4.Se quiser acrescente raspas de limão
5.Colocar em forma untada com margarina e farinha de trigo
6.Levar ao forno médio, pré-aquecido, por 30 a 40 minutos

Desenforme e passe a cobertura sobre o bolo, se quiser acrescente raspinhas de limão por cima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...